quinta-feira, 22 de abril de 2010

A velha novidade.

Um bom romance... Ah... Todo mundo sonha com um... Desses de cinema... Que vai sendo escrito lentamente. E de tão lento chega a dar uma angústia. O bom romance tem a ver sempre com a realização dos nossos sonhos. E sonhar... é uma forma de tentar transcender nossa existência.

Existem diferentes jeitos de se fazer isso. Tem gente que escala o Everest, ou viaja para um lugares místicos, ou lindos, tem gente que ajuda o próximo, o necessitado, ou trabalha como voluntário em hospitais, asilos... Enfim... Mas eu... eu sonho!

Eu sonho... E aconselho: procure sonhar... sempre, todos os dias, antes de dormir, antes de fechar os olhos... comece a sonhar... Imagine-se um herói, quem sabe dirigindo aquele carrão, ou saboreando uma comida preparada com carinho pelo seu amor, seja ele platônico ou real, imagine-se numa viagem pelo mundo! Mas sonhe. Apenas sonhe.

Tenho sonhado o mesmo sonho desde criança... É assim: um romance cinematográfico! Sonho em casar na igreja! (Isso mesmo! E daí?) Talvez uma pequena igreja na Inglaterra, uma igreja Anglicana. A noiva linda, sorridente, de branco, feliz, perfumada, leve, solta, só minha (e eu só dela!)... admirada por todos pelo seu bom humor e carisma... A chuva de arroz... ah... tem que que chover arroz! Entramos de mãos dadas em sinal de total cumplicidade num carro estilo dos anos 60, preto cadillac, com detalhes cromados, rumo a lua de mel nas montanhas. O sorriso dos corações confiantes estampados no rosto de cada um.

A Bíblia diz: "Mulher virtuosa, quem a achará? E seu valor muito excede ao de finas jóias. O coração de seu marido confia nela." Provavelmente escrito por Salomão, este texto mostra que o sonho do romance é antropológico, e não meramente cultural. Dia desses recebi um email com fotos curiosas, numa delas Saddam Hussein ao lado da esposa numa fotografia que parecia tirada para um filme romântico da era de ouro de Hollywood. Viu? Todos sonham. Bons ou maus, são seres humanos, e sonham. E se forem espertos, tentarão viver seus sonhos.

Certas pessoas cruzam em nossas vidas, e trazem nos olhos, sem saber, a promessa de realização dos nossos mais secretos sonhos de amor! A triste verdade é que a regra geral parece ser de as pessoas morrerem sem cumprir seus sonhos, sem vivê-los. Ou sonham metas impossíveis, ou não buscam realizá-los. Mas quando esta pessoa aparece com a luz dos sonhos nos olhos... corra atrás dela! Não deixe escapar a oportunidade de dizer-lhe que a ama! Talvez isso a assuste... tenha sensibilidade... se for este o caso... leia o Pequeno Príncepe antes.. o capítulo da raposa... Mas não deixe seu sonho escapar entre seus dedos. Nada é por acaso, e se aquela pessoa está ali na sua frente... pegue o e-mail dela, o telefone, o apelido, a placa do carro, sei lá porra... qualquer informação para poder correr atrás do seu sonho depois.
Se não fizermos isso... corremos o risco de ver nosso sonho ser nutrido por anos e anos a fio... e isto transforma pessoas em mitos! Daí já era! Nunca mais conseguirá manter uma postura natural diante desta pessoa e deixá-la ver quem você é de verdade! Tudo trava! Então acima de tudo... aja rápido e seja natural! LEMBRE-SE: SUA VIDA ESTÁ PASSANDO AGORA MESMO BEM DEBAIXO DO SEU NARIZ!

Eu vi esta luz. E ela é azul! Mas esta princesa dos contos de fada não tem culpa de ter o brilho dos meus sonhos nos seus olhos! Então... eu é que devo ter nos meus olhos esta luz também! Os amantes que vêem reciprocamente esta luz nos olhos um do outro, mantém um esnobe sorriso de felicidade e cumplicidade no rosto que aborrece os derrotados e sem esperanças.

Sinto a cada momento ao seu lado, uma novidade, que apesar de ser sempre o mesmo sentimento, a cada encontro me parece como se um novo sentimento fosse. Sua proximidade reacende a chama. Então percebo...

... o quão novo é o velho amor de sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário